16 de dez de 2008

Redação da UNESP

O tema era "O homem: inimigo do planeta?".

"O homem é bastante novo, se comparado à idade do planeta Terra. Pormuito tempo houve vida sem a sua presença, o que leva a crer que seu desaparecimento nao seria o fim do mundo. o contrário, entretanto, não se aplica: sem a Terra, o homem não sobrevive.

Esta noção vem afetando cada vez mais o modo de pensar e viver da humanidade. sendo a única espécie a usar recursos não-renováveis, e causando impacto suficiente para mudar o clima mundial, o homem passou a receber respostas mais diretas para a sua relação predatória com o planeta: furacões, terremotos, derretimento de geleiras, desabamentos e desertificações por todo o globo. Nos perguntamos, então, quanto tempo levará para a Terra se sentir obrigada a nos extingüir.

Alguns pessimistas criticam a "inteligencia" humana e acreditam já não haver caminho de volta. No entanto, essa inteligência é o unico recurso que possuímos para reverter a situação - basta que assim desejemos.

A principal saída é o desenvolvimento sustentável. Em outras palavras, criar uma sociedade menos pautada pelo consumo e em maior sintonia com a vida ao seu redor, o que evitaria uma sobrecarga.

São medidas que necessitam de tempo e conscientização a nível mundial, mas são necessárias para se reestabelecer uma relação harmonica com o planeta. Nosso atual papel de "inimigo predador da natureza" nos renderá apenas a extinção. Ao contrário de nós, a Terra continua."


Estou aceitando opiniões, correções e etc.

3 comentários:

Duda disse...

Não tenho nem comentários, fato. Ficou maravilhosa, como eu já esperava!

nathalia,suafãnúmeroum. disse...

vai-se-fuder, beijos :)
MAGNÍFICA, DIVINA, PERFEITA!
os corretores terão orgasmos (assim como eu tive - fikdik)ao ler essa OBRA DE ARTE. você já tá dentro do The New York Times.

TE AMO!

estevan sem metafísica... disse...

muito bom.
sucinto, como devem ser os textos de vestibular.
=)